Contacte-nos!

A Band

Pedro Frias, guitarrista e compositor, mentor e produtor de Pedro Frias Band, conseguiu surpreender o mercado nacional e internacional, tanto pela vertente original e criativa, quanto pelo profissionalismo e alto nível dos seus espectáculos.
Considerado um virtuoso da guitarra Pedro Frias não se contentou apenas com o que ele poderia fazer em palco, e decidiu abrilhantar a sua presença com a presença de outros elementos em palco, outros instrumentos e outras influências, que vieram a revelar-se surpreendentes.
Como prémio e reconhecimento pela sua arte nas cordas da guitarra, em Outubro de 2007, Pedro Frias foi convidado pela organização do festival GuitarFest, ir ao Coliseu do Porto leccionar um workshop de guitarra clássica. Como compositor, Pedro Frias destacou-se com a composição do tema homónimo para a fundação holandesa Kids To Move Foundation, Café da Tarde, Hasta Luego e Eva Passeia Por Lyon, entre outros. Com um estilo criativo muito próprio e com mais de 100 temas ao longo dos anos nos mais variados estilos, este guitarrista encontra dentro da sua banda o apoio necessário para exponenciar a sua arte.

Luis Nunes – Acordeonista
Luis Nunes é um acordeonista de excelência, um músico de alma e coração, que tem um passado musical digno de registo. Sempre envolvido em projectos de cariz latino e essencialmente portugueses, onde se destaca o facto de ter sido o ensaiador da Estudantina Universitária de Lisboa, Luís Nunes é uma pessoa divertida, sempre com sentido de humor, e extremamente profissional. Tira o máximo proveito das características do seu instrumento, de uma forma emotiva e profunda, e faz a sua experiência se notar, pela facilidade com que se senta num palco.
Helder Encarnação – Cajon, Braguesa
Helder Encarnação é um músico seguro, cheio de ritmo, que reproduz com exactidão, vez após vez, todas as músicas que toca. Com um passado muito ligado aos instrumentos tradicionais, Helder é um apaixonado por música tradicional portuguesa. Já participou em inúmeros projectos dessa natureza, como o grupo Nem Truz Nem Muz, Mar de Fora, ou Zé Praia e Aqua Viva, por exemplo. Tem em casa uma Viola Beiroa, uma Viola Campaniça, cavaquinhos, instrumentos que adora. Com Pedro Frias Band podemos vê-lo no Cajon ou na Viola Braguesa.
Sérgio Quaresma – Baixo / Bandolim
Assim como Helder Encarnação, Sérgio Quaresma tem participado em inúmeros projectos de música tradicional portuguesa, seja tocando baixo, bandolim ou cavaquinho. Com um ar mais maduro e sério fora e dentro do palco, é depois de o conhecer que ficamos com a impressão e a certeza que tudo nele é fácil. Seja conversar, tocar ou trabalhar, facilidade é a palavra de ordem deste baixista e bandolinista, que desde 2008 tem vindo a trabalhar activamente com Pedro Frias Band. Poderá vê-lo e ouvi-lo igualmente nos vídeos que temos disponíveis no nosso site.
Ilze Van Zanten – Voz
Embora tendo nascido na Holanda, foi à beira mar do Algarve que Ilze Van Zanten criou raízes. Aqui, no sul de Portugal, viveu a maior parte da sua vida e considera-se hoje uma mistura de duas culturas, tentando retirar de cada uma o seu melhor. Sente a sua voz como uma dádiva que agradece profundamente e tenta corresponder a cada dia, com estudo, muito esforço, mas acima de tudo com bastante entrega. Usar um talento que descobriu em si, para despertar emoções em quem ouve, é o seu maior privilégio. Cantar é para si tão importante como respirar…
Adelino – Guitarra
Este músico costuma trabalhar com Pedro Frias Band desde 2007, altura em que subiu ao palco num pequeno concerto. Depois, tocou na Fatacil nesse ano. Um poeta, um cantor, um guitarrista, Adelino Aderneira é tudo isto. Simpático, tem gosto em fazer da sua casa um local de ensaios, de festas depois dos concertos, de jantaradas, levando todos os elementos de Pedro Frias Band a classificar a sua casa como “O Melhor Bar do Algarve”. Com Pedro Frias Band, Adelino é essencialmente guitarrista, e embora seja um cantor exímio, Adelino é na realidade uma pessoa muito humilde.
Raquel Peters
É uma das mais promissoras cantoras do nosso país. Tendo já ganho a “Grande Noite do Fado”, Raquel interpreta qualquer género musical, e foi a voz escolhida por Pedro Frias para o single Hasta Luego. Extremamente versátil, apesar de jovem, é uma cantora extremamente profissional que já conta com uma enorme experiência. É uma pessoa fácil de se trabalhar. Com uma simpatia e leveza na sua maneira de ser, é quando chega ao Palco que ficamos recolhidos com a imponência de quem canta sem microfone, entre o público, um Fado, e nem por um momento tremer!
Mónica – Coreografias
Mónica é a coreografa de Pedro Frias Band. Desenvolve a sua arte com dança, cruzando o clássico com o moderno numa mescla artística impressionante. Domina o malabarismo com fogo de uma forma única. É também responsável por criar cenários, ambientes e atmosferas, que envolvem a sonoridade dos temas com uma componente visual e estética. Seja em grandes espaços ao ar livre ou num ambiente íntimo de um auditório, Mónica confere a um concerto momentos de rara beleza, como poderá constatar nos videos disponibilizados. É membro das Saffron Fire, com a sua amiga Katarina.
Beto Kalulú – Percussões
No decurso dos últimos cinco anos, torna-se imperioso destacar a presença de Beto Kalulú na percussão por diversas vezes. Beto nasceu em Matosinhos, mas com 2 anos de idade foi para Angola, país onde viveu 27 anos. Foi lá que, quando jovem, descobriu a sonoridade única dos instrumentos percussivos. Com um passado musical digno de registo, é o autor dos conhecidos temas Praia do Carvoeiro e Mama Makudilê. Já tocou um pouco por todo o mundo, foi agraciado pelo público e pela crítica por várias vezes. É dono do visual mais sui generis de todo o grupo.
Edu Carvalho – Percussões
Nos últimos espectáculos de Pedro Frias Band, a formação da banda tem contado por diversas vezes com o percussionista Edu (que é também um cantor de excelência, emprestando a voz a alguns temas). Quando toca, respira energia e, quando canta, transpira emoções, próprias de quem sente a música como uma dádiva. Eduardo Carvalho é o vocalista, guitarrista e principal compositor da conhecida banda algarvia Raspect, que funde magicamente Reggae com Rock. Passou também por outros projectos noutras áreas musicais. Uma coisa é comum neles todos: a sua entrega e carisma.
Leonardo Tomich – Bateria
Leonardo Tomich começou a tocar bateria profissionalmente muito novo, logo aos 16 anos, com o seu pai Roberto Tomich actuando em bailes um pouco por toda a região de Minas Gerais, no Brasil. Tocou também com vários outros artistas da sua cidade. No ano de 1992, viaja para Portugal onde vive até hoje. No nosso país gravou dois CDs com o grupo Canto Chão, gravou também com Laerth Mazieiro e Vilma Keuch, Matt Lester e Paulinho Lemos. Em Portugal actuou com diversos artistas, dos mais variados estilos musicais, o que só prova a sua grande versatilidade.
Marcos Vita – Teclados
Marcos Vita é um músico brasileiro com um percurso musical que abrange diversos estilos musicais. É membro fundador da conhecida banda A NAVE, fundada em São Paulo como uma banda de rock progressivo, tocando Yes, Gentle Giant, e que compôs, depois, os seus próprios originais. Veio em 1997 para o sul de Portugal e, em 1999, formou conjuntamente com Ricardo Stuani (que também tocou com Pedro Frias Band) um grupo de música brasileira. Nos últimos anos, tem colaborado com Beto Kalulú e com outros músicos um pouco por todo o país.
João Ruano – Baixo, Teclas
João Ruano, elemento fundador da primeira formação da banda algarvia Íris como teclista, foi elemento fundador de Pedro Frias Band, desta vez como baixista. Só por este facto podemos afirmar que, qualquer que seja o instrumento que João Ruano toque, o rigor é a sua principal imagem de marca. Actualmente, divide o seu tempo entre os Íris, Pedro Frias Band, e as suas próprias produções no seu próprio estúdio. Com Pedro Frias Band, João, que tanto pode aparecer no baixo ou nas teclas, é um músico cheio de fogo e paixão e tem um espírito de um autêntico guerreiro Índio.
Luís Almeida – Guitarra / Percussão
Luís Almeida é o guitarrista de suporte e percussionista de Pedro Frias Band. Igualmente um apaixonado por música portuguesa, é membro do grupo Mar de Fora onde toca viola e é também vocalista. Luís estudou no conservatório guitarra clássica. Com uma personalidade aparentemente reservada, quando se sente enquadrado solta o verdadeiro “animal” da comédia. Ele, conjuntamente com Luís Nunes, fazem lembrar os velhotes rabugentos Statler e Waldorf da série dos Marretas, sempre rindo e sempre com uma piada nas alturas mais inesperadas.
Dinho – Técnico de Som
Fernando Estorninho, mais conhecido como Dinho, foi teclista de Pedro Frias Band além de já ter tido participações em outros projectos com Pedro Frias, como Musice Vates (música neoclássica) ou Aura (quarteto com guitarra, piano e duas vozes). Actualmente exponencia a sua arte fazendo arranjos musicais para vários artistas. Ao longo dos últimos anos especializou-se nas questões sonoras, razão pela qual tornou-se o técnico de som de toda esta equipa. Com uma personalidade humilde e divertida, é o melhor técnico existente para quebrar o gelo nos difíceis momentos que um checksound contém!
Mais músicos
No percurso dos últimos cinco anos, torna-se importante destacar a presença sonante de vários grandes músicos que colaboraram pontualmente com Pedro Frias Band nos mais variados instrumentos: Ricardo Stuani (bateria), Matt Lester (instrumentos de sopro), Miguel Drago (guitarra portuguesa), Elliah C. McJones (bateria), Eric Gonçalves (percussões), Franziska Zabel e Mandy Davies (segundas vozes), Margarida Nilo (voz), José Praia (guitarra portuguesa) e Gonçalo Praia (guitarra clássica).